FORMALDEÍDO - Informações Técnicas

Apresentação

As soluções aquosa do gás formaldeído, também conhecida como formol, é produzida pela Copenor a concentração de 37% em peso.

O formol apresenta-se na forma líquida, incolor (à temperatura normal de armazenamento), com odor penetrante, irritante e característico.

O formol é solúvel em água, álcool e ligeiramente solúvel em éter. O formol produzido pela Copenor oferecido ao mercado a 37% em peso é estável e o armazenamento adequado evita a indesejável polimerização a paraformol (o que poderá ocorrer caso não seja respeitada a temperatura limite).

Atualmente, o formol é um dos produtos químicos mais importantes em uso industrial em função de sua alta reatividade química e por apresentar baixo custo.

 


Resinas sintéticas

Grande parte da produção de formaldeído, na forma de solução aquosa, é utilizada na produção de resinas sintéticas, tais como: fenólicas, uréicas e melamínicas, entre outras. São amplamente utilizadas em diversos setores do mercado como, por exemplo: a indústria de madeiras e derivados, abrasivos, plásticos, tintas e vernizes, papel e celulose, têxtil e fundição.

Resinas fenólicas

São empregadas em abrasivos, adesivos, isolantes elétricos, lonas de freio, pós de moldagem, rebolos e vernizes.

Resinas Uréicas

São empregadas em adesivos, esmaltes sintéticos, impregnação de papel e tecido, laminados e pós de moldagem.

Resinas Melamínicas

São empregadas em esmaltes sintéticos, impregnação de papel e tecido, laminados e pós de moldagem.

b) Polióis

O Formaldeído é utilizado, em conjunto com outros aldeídos, na produção de polióis, como o pentaeritritol, trimetilolpropano e neopentilglicol. Estes polióis são usados na indústria de tintas para produção de resinas alquídicas, poliésteres, poliuretânicas e ésteres de breu (entre outras). Destaca-se também seu uso como aditivo para lubrificantes sintéticos, plastificantes e estabilizantes para compostos vinílicos.

c) Poliacetal

Devido às características únicas destes polímeros, eles podem ser utilizados em substituição ao metal, madeira, vidro, borracha e outros plásticos, sendo utilizado pelas indústrias elétricas, automotivas, de construção, química e petrolífera.

d) Outras aplicações

Produtos farmacêuticos, agentes surfactantes, tanino sintético e solventes.

Especificação

 

1 - Identificação do produto

 

Nome do Produto:

Formaldeído a 37% em peso

Fórmula Química:

CH2O       

Peso Molecular:

30,03

CAS Nº.:

50-00-0

Merck Index:

12, 4259

ONU Nº.:

2209

EINECS:

200-001-8

Sinônimos Comuns:

Formalina, Formol, Aldeído Fórmico, Metanal, Oxometano, Oximetileno

2 - Propriedades químicas (valores de especificação)

Item

Parâmetro

Limites

Método Copenor

2.1

Teor de Formaldeído  

36,5 a 37,5% p/p

MA-500 

2.2

Metanol        

Até 5% - Consultar a Área Comercial  

MA-503

2.3

Acidez (como Ácido Fórmico)

0,040 % p/p Máx.

MA-501

3 - Propriedades físicas (informativas)

3.1

Temperatura de ebulição

96 a 111 ºC

3.2

Densidade do líquido

1,112   (H2O=1 @15 ºC)

3.3

Densidade do vapor (Ar=1)

1,03

3.4

Pressão de Vapor 

17,2 mm Hg a 20 ºC

3.5

Capacidade Calorífica

9.750 Kcal/Kmol a 0 ºC, 1 atm

3.6

Solubilidade (H2O)

Solúvel

3.7

Calor de solução na água

14,8 Kcal/mol

3.8

Calor de Combustão

134,7 Kcalmol

3.9

Limite Inferior de Explosividade

7,0 % vol

3.10

Limite Superior de Explosividade

73,0 % vol

3.11

Aparência e odor 

Líquido incolor, com odor forte, irritante característico

3.12

Temperatura de ignição

430°C

4 - Embalagem

4.1

Carro tanque